Translation

Blogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks
Powered By google

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Kilima Njaro - A "Montanha Brilhante" ofuscada pelo aquecimento + Kilima Njaro - The "Bright Mountain" overshadowed by the warming


  Na vasta extensão do Continente Africano, entre savanas e desertos, entre símbolos e culturas ergue-se imponente e não menos majestoso com sua atual diminuta coroa alva, o Monte Kilimanjaro.
A Montanha Branca (Oldoinyo Oibor – em Masai ) ou Montanha Brilhante (Kilima Njaro – em Kiswahili ), localiza-se ao norte da Tanzânia, região fronteiriça como Quênia, podendo o Pico Uhuru a 5.895 metros de altura ser apreciado a grandes distâncias.
HISTÓRIA DO MITO
O geógrafo egípcio Ptolomeu, mencionara em uma de suas crônicas a existência de uma “montanha branca” no coração da África. William Cooley, geógrafo britânico afirma em 1845,“... a montanha mais conhecida da África Oriental é recoberta de rochas vermelhas...”. Em exploração na região de Chagga em 1848, o missionário Joseph Rebmann relata: “ – Ali pelas 10 horas, vi alguma coisa branca no topo de uma montanha, e acreditei que se tratasse de nuvens, mas meu guia me disse que era o frio, então, reconheci com satisfação esta velha companheira dos europeus, que chamamos neve”. No entanto, somente em 1861 o barão alemão, Klaus Von Der Decken e o botânico inglês Richard Thornton dirigiram uma expedição ao monte, constatando ser realmente um “pico de neves eternas”; as investidas continuam após os anos e em 1883 o ponto culminante ainda não havia sido conquistado, 5.300m foi a altitude máxima que o inglês Joseph Thomson e o Conde Teleki alcançaram. Hans Meyer, Ludwing Purtscheller e o guia chagga Lauwo em 6 de outubro de 1889, galgaram os últimos passos a 5.895m, o ponto mais alto do continente africano.
O complexo do Monte Kilimanjaro com as suas florestas tem uma área estimada de 75.353 ha, considerado uma reserva de caça pelo Governo Colonial Alemão, em 1921 passou a ser considerado Reserva, sendo em 1973 declarado como Parque Nacional e inscrito em 1987 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciencia e a Cultura - UNESCO. Como Patrimônio da Humanidade. 


 A REALIDADE


Consideradas por muitos como eternas as neves das montanhas, este cenário vem se alterando gradativamente, o degelo dos glaciares no topo do Monte Kilimanjaro é uma realidade. Em 12.000 m² era a estimativa de extensão dos glaciares em 1900, 2.000 m² é a atual estimativa, sendo 0 (zero) em 2020 segundo ritmo.
  ESCALANDO A MONTANHA
O Monte Kilimanjaro pode ser "escalado" durante o ano todo, porém em cada época do ano são encontradas vantagens e desvantagens. Abril e maio são os meses das chuvas longas, novembro é o mês das chuvas rápidas, junho a agosto são secos, porém frios e devido ao constante nevoeiro, torna-se mais difícil avistar a montanha. Os meses de setembro e outubro têm bom clima e baixo movimento. Finalmente, dezembro a março também possuem bom clima, porém são mais procurados e pode-se ter problemas com alojamento e acampamentos nas trilhas.
Existem 8 vias que levam até o pico: Marangu, Machame (as mais conhecidas), Umbwe, Shira, Mweka, Maua, Nanjara, Loitokitok.
Marangu - Também conhecida, pela sua popularidade e freqüência de visitantes como rota turística ou coca-cola. É a mais procurada de todas e a que oferece a melhor infra estrutura. Apesar de toda a facilidade, apresenta um baixo grau de sucesso, justamente por ser procurada por pessoas nem sempre preparadas para a difícil ascensão.
Machame - Considerada uma das mais belas e com um certo grau de dificuldade, o que obriga uma subida lenta, imprescindível para o sucesso.

Ambas as rotas podem ser feitas em 5 dias, sendo 3 subindo e 2 descendo, porém, é aconselhável alguns dias adicionais para aclimatação. Nestes dias, normalmente se caminha numa mesma altitude, acima dos 3.000m.
Isto realmente faz diferença para quem não está acostumado a altitude.

É IMPORTANTE SABER:
Visto
O visto da Tanzânia pode ser obtido na fronteira do Kênia com a Tanzânia, tem o valor médio de US$ 30,00.
Vacina
Obrigatório: Vacina de Febre Amarela
Recomendado: Hepatite - A/B;
                                Meningite;
                                Malária - Recomendado o Profilatico;
                                Febre Tifóide
Procure o Centro de Medicina dos Viajantes de sua cidade. 
Medicina do Viajante 
  Equipamentos
Baseada em expedições passadas está é uma listagem de equipamentos de uso pessoal, não sendo recomendado o aluguel de equipamentos na Tanzânia.
Botas de caminhada: Devem ser específicas para trekking e que protejam o tornozelo. Devem estar em bom estado de conservação, visto a exigencia do terreno, quando novas, devem ser "amaciadas”, afim de evitar lesões nos pés(bolhas, calos).
Um par de tênis para Moshi, seguem as mesmas recomendações supracitadas.
Um par de sandálias ou chinelos: Utilizadas para descansar os pés enquanto estamos no acampamento e podem ser utlizados nos banhos.
Meias: O ideal são meias de trekking de lã ou outro material térmico como a da marca LORPEN. O ideal é trazer dois pares de meias de trekking mais finas e um par bem grosso para o dia de cume. Essas meias devem ser específicas para trekking e compradas em casas especializadas. Para quem tem extremidades frias é recomendado levar também um par de meias finas de material térmico tipo capilene ou polipropileno.
Vestes: - Roupas térmicas tipo capilene, polipropileno são adequadas pois têm a vantagem de deixar seu corpo seco mesmo quando você transpira. Para o dia de cume é importante ter três camadas de pernas sendo, duas calças de material térmico além da calça de trekking e quatro camadas de parte de cima sendo, uma camiseta de material térmico, um fleece fino, um grosso e o anorak. - Duas calças de tactel com zíper para serem usadas como shorts ou um short ou bermuda, os primeiros dias da trilha são razoavelmente quentes. - No mínimo duas camisetas de manga curta e uma camiseta de manga longa, além da roupa de baixo, de preferência de material tipo Dry Fit. - Um pulôver de "fleece" grosso e um fino. - Um anorak com gorro, de preferência de material respirável como Gore Tex. - Uma balaclava de material térmico que cubra as orelhas. - Dois pares de luvas, uma fina e uma grossa de material térmico de preferência impermeável ao vento. Luvas de couro não são adequadas. A luva grossa deve ser grande o suficiente para ser usada sobre a fina sem comprimir as extremidades dos dedos.
Óculos escuros com filtro UV: Levar dois pares por segurança.
Três cantis de 1 litro: Os cantis de plástico duro ou metal são os mais recomendados, principalmente os de boca larga. Um dos cantis de boca larga é para ser usado para urinar à noite sem ter de sair da barraca.
Lanternas presas à cabeça: Elas são muito mais práticas, já que deixam as mãos livres, fator importante para o dia de cume onde caminharemos durante toda a noite em terreno bem inclinado, dando condições de seguir com os bastões de caminhada.
Importante: Pilhas extras.
Mochila média de capacidade entre 35 a 50 litros com alças bem confortáveis e acolchoadas.
Saco de dormir para temperaturas entre -10ºC e -15ºC.
Bastões de caminhada de tamanho regulável para as subidas e descidas.
Filtro solar com proteção mínima fator 30 e protetor labial com filtro solar.
Artigos de toalete.
Toalha: Existe no mercado toalhas em material sintético que pode ser guardada molhada e com isso não fica com mau cheiro.
Lenços de papel em grande quantidade ao redor de um pacote pequeno por dia
Lenços umedecidos: Procuraros que sejam mais agradaveis ao seu tato. Após limpeza com os lenços umedecidos pode ser utilizado talco para tirar a sensação pegajosa que os lenços deixam.
Saco de cordura ou nylon grosso para os carregadores levarem seu equipamento durante o trekking. Ele deve ser grande o suficiente para colocar todo seu equipamento e o saco de dormir.
Cadeado de tamanho médio para o saco de cordura.
Garrafa térmica para levar chá quente no dia do cume
Máquina fotográfica, deve-se atentar ao tamanho, relação peso X dimensão.
Diário
Binóculo (opcional)
Petiscos: Levar o equivalente a dois chocolates pequenos por dia e oito para o dia de cume, variar entre frutas secas, nozes, barras de cereal, power gel, etc.
Medicamentos de uso pessoal: Deve sempre ser informado co antecedencia aos organizadores das expedições, caso tenha o privilégio de ter um médico na equipe, consulte-o. Existem medicamentos de uso "coletivo":
Ciprofloxaxina para tratamento de diarréia bacteriana;
Azitromicina para tratamento de infecções bacterianas das vias respiratórias;
Analgésicos;
Descongestionante nasal
Rehidratante oral em pó
Antiinflamatório
TODOS OS MEDICAMENTOS SUPRACITADOS DEVEM SER RECEITADOS POR MÉDICOS, NÃO DEVENDO SER CONSUMIDOS POR CONTA PRÓPRIA.
TENHA ESTA RELAÇÃO COMO REFERENCIA DE MEDICAMENTOS QUE PODEM SER UTILIZADOS, PROCURE SEU MÉDICO E LEVANTE QUESTIONAMENTOS E RESPEITO DESSAS INDICAÇÕES.
++++++++++++++++++++++++++
In the vast expanse of the African continent, between savannas and deserts, from symbols and cultures stands the imposing and majestic with no less than its current small white crown, Mount Kilimanjaro.
The White Mountain (Oldoinyo Oibor - in Masai) or Shining Mountain (Kilima Njaro - in Kiswahili), located in the northern Tanzania border region such as Kenya, the Uhuru Peak which case the 5895 meters in height is apparent to large distances.
 
HISTORY OF MYTH
The Egyptian geographer Ptolemy, mentioned in one of his chronicles the existence of a "white mountain" in the heart of Africa. William Cooley, said in 1845 the British geographer, "... the most familiar mountain in East Africa is covered with red rocks ...". In operation in the region of Chagga in 1848, the missionary Rebmann Joseph recorded, "- Ali 10 o'clock, I saw something white on top of a mountain, and believed that they were clouds, but my guide told me it was cold, then, recognized with satisfaction that old companion of the Europeans, we call snow. " However, only in 1861 the German Baron, Klaus Von Der Decken and English botanist Richard Thornton headed an expedition to the mountain, noting really be a "peak of eternal snow", the assaults continue after the year in 1883 and the culmination yet had been conquered, the maximum altitude 5.300m was that the Englishman Joseph Thomson and Count Teleki reached. Hans Meyer, Ludwig Purtscheller and Chagga guide Lauw on October 6, 1889, climbed the last steps to 5.895m, the highest point in Africa.
The complex of Mount Kilimanjaro with its forests have an estimated area of ​​75,353 ha, considered a game reserve by the German Colonial Government in 1921 came to be regarded Reserve, which in 1973 declared a National Park in 1987 and registered by the United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization - UNESCO. As a World Heritage Site.

REALITY
Considered by many as the eternal snows of the mountains, this scenario is changing gradually, the melting of glaciers atop Mount Kilimanjaro is a reality. In the estimate was 12,000 m² extension of the glaciers in 1900, 2,000 meters is the current estimate, with 0 (zero) in 2020 seconds rhythm.
  MOUNTAIN CLIMBING
Mount Kilimanjaro can be "scaled" throughout the year, but in each season are found advantages and disadvantages. April and May are the months of the long rains, in November is the month of rains fast, from June to August are dry, but cold and because of the constant fog, it becomes more difficult to sight the mountain. The months of September and October have good weather and down motion. Finally, from December to March also have good weather, but are more popular and there may be problems with accommodation and camping on the trails.
There are 8 pathways leading to the peak: Marangu, Machame (most popular), Umbwe, Shira, Mweka, Maua, Nanjo, Loitokitok.
Marangu - Also known by its popularity and frequency of visitors as a tourist or cola. It is the most popular of all and which offers the best infrastructure. Although the entire facility, has a low degree of success, precisely because it is not always sought by people prepared for the difficult ascent.
Machame - Considered one of the most beautiful and with a certain degree of difficulty, requiring a slow rise, which is essential for success.
Both routes can be made in 5 days, 3 up and 2 down, however, consider a few additional days for acclimatization. These days, it usually moves in the same altitude above 3,000 meters.
This really makes a difference to those not accustomed to altitude.


IT IS IMPORTANT TO KNOW: 
Viewed
The visa can be obtained from Tanzania on the border of Kenya with Tanzania, is the average value of $ 30.00.
Vaccine
Compulsory: Yellow Fever Vaccine
Recommended: Hepatitis - A / B;
                                             Meningitis;
                                             Malaria - Recommended the prophylactics;
                                             Typhoid
Search the Medical Center of travelers in your town.
EQUIPMENT
Based on past expeditions is a list of equipment is for personal use is not recommended equipment rental in Tanzania.
Hiking boots: These should be specific for trekking and protect the ankle. Must be in good condition, since the requirement of the land, when new, should be "softened" in order to prevent foot injuries (blisters, calluses).
A pair of sneakers for Moshi, follow the same recommendations mentioned above.
A pair of sandals or flip flops: Used to rest the feet while we're at camp and can be posted to the baths.
Socks: The ideal trekking socks are wool or other material such as thermal LORPEN brand. The ideal is to bring two pairs of socks trekking thinner and a very thick pair peak for the day. These socks should be specific for trekking and bought in special stores. For those who have cold extremities is also recommended to take a pair of thin socks kind of thermal material polypropylene or Capilene.
Garments: - Thermal Clothing type Capilene, polypropylene are suitable as they have the advantage of letting your body dry even when you sweat. For the day of the summit is important to have three layers and legs, pants, two thermal material beyond the pair of trekking and four top layers of being, a thermal shirt material, a thin fleece, and a thick anorak. - Two zippered tactel pants to be worn as shorts or short shorts or the first day of the trail are fairly hot. - At least two short-sleeved shirts and long sleeve shirt in addition to underwear, preferably Dry Fit material type. - A sweater "fleece" a thick and thin. - Anorak with a hood, preferably a breathable material such as Gore-Tex. - A thermal material balaclava that covers your ears. - Two pairs of gloves, a thin and a thick thermal material preferably impervious to wind. Leather gloves are not adequate. The muffler should be large enough to be used on fine without compressing the ends of the fingers.
Sunglasses with UV filter: Take two pairs for safety.
Three 1-liter canteens: The songs of hard plastic or metal are the most recommended, especially the wide mouth. One corner of his mouth is wide to be used at night to urinate without leaving the tent.
Lanterns attached to the head: They are much more practical as they leave your hands free, an important factor for peak days where we walk all night in the ground and tilted, giving conditions to continue with the walking sticks.
Important: Bring extra batteries.
Backpack average capacity of between 35 to 50 liters with comfortable handles and well padded.
Sleeping bag for temperatures between -10 C and -15 º C.
Walking poles adjustable in size to the ups and downs.
Sunscreen with minimal protection factor 30 and lip balm with sunscreen.
Toiletries. 
Towel: There is market synthetic towels that can be stored wet and it is not smelly.
Tissue paper in large quantities around a small pack per day
Wet Wipes: Searching that are more pleasing to your touch. After cleaning with baby wipes can be used talcum powder to remove the sticky feeling that make scarves.
Cordura or nylon bag for bulk carriers take their equipment during the trek. It should be large enough to put all their gear and sleeping bag.
Lock the average size for cordura bag.
Thermos to carry hot tea on the summit
Camera, attention should be paid to the size, weight ratio X dimension.
Daily 
Binoculars (optional)
Snacks: Bring the equivalent of two small chocolates per day and eight days for the peak, range from dried fruit, nuts, cereal bars, power gels, etc..
Medicines for personal use should always be informed co advance to the organizers of the expeditions, if you have the privilege of having a doctor on the team, see it. There are medicines for "collective":
• Ciprofloxaxina for treatment of bacterial diarrhea;
• Azithromycin for treatment of bacterial respiratory tract infections;
• Analgesics;
• Nasal Decongestant
• Rehidratante oral powder
• Anti-inflammatory
ABOVE ALL DRUGS SHOULD BE PRESCRIBED BY DOCTORS, AND MUST NOT BE CONSUMED BY YOU.
HOW HAS THIS LIST OF DRUGS WHICH REFERENCE MAY BE USE, SEARCH AND RAISE YOUR DOCTOR ABOUT THESE QUESTIONS AND INDICATIONS.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário, opiniões são bem-vindas quando somam ao esforço de melhorar.